DESIGN    

INFO ︎ ︎    



Enjoy the derive, be a drifter 

Direção/Fotografia/
Figurino/ Montagem

Full Video

Filme desenvovido para campanha fictícia do spotify. A proposta de desenvolver uma ação para a marca, me levou a refletir sobre a relação corpo - música - espaço. A ideia seria criar um app que estimule a circulação das pessoas por são paulo através de pontos de desbloqueio de músicas inéditas. 

A deriva é um conceito desenvolvido por Guy Debourd e tem ligação direta com a psico geografia. Corpos e espaços são inseparáveis, e a música cria nessa relação um laço ainda mais forte.  

Atuação Lui Cobra
Assistência Lis Levisky 




The Otherness - Mixing Pot 

Criação/Design Gráfico

Typographic campaing for D&AD competition with Bárbara Beraldo, Julia Gontier

 When thinking of a typographic campaign, we instantly connect it to words; however, in our cause, our aim was to give voice to something that does not necessarily have a speech, but has a statement -- our manifesto.  

Mixing Pot is a thought experiment and call-to-action to collectively reflect upon the idea of existing side-by-side with an ever-growing diversity of individuals and groups.
Our main quest after coming across Edouard Glissant’s essay, “For opacity”, was to propose a reflection on how these encounters can happen without reducing any of the parts, instead aiming for an exchange amongst individuals.  
Through the exploration of Brazilian instrumental songs, we faced a myriad of different sounds that converged to form more complex compositions.


Our challenge became the investigation of the realm of experience where singular sounds navigate and collide, sometimes oddly, sometimes with tension, sometimes improvised, still managing to harmonically find a way of existing together.
With that in mind, Mixing Pot —  an instrumental composition by Hermeto Pascoal — became the main inspiration of our cause and one of our selected tracks, as well as a trigger to reflect upon coexistence.








O Onisciente

Direção/Fotografia

O Studio Pharus, em parceria com Escola Britânica de Artes Criativas (EBAC), convidou quatro alunas do primeiro ano de Design Gráfico para criar com total liberdade, no período de um mês, um projeto que representasse o que é e o que pode vir a ser a ideia de brasilidade.

As pesquisas direcionaram por um projeto de fotografia focado nas pessoas em seu cotidiano. Escolhemos a Rodoviária do Tietê por ser um grande de ponto de passagem e encontro de muitos deslocamentos o Brasil.
O trabalho se deu sem contato direto com os registrados, foram coletadas falas e registros fotográficos, que depois vieram a compor narrativas maiores. 


Com as narrativas criadas, o expectador tornou-se o narrador onisciente do terminal, aquele que mesmo com o olhar de fora, pensa conhecer o todo de seus personagens.
Como resultado, apresentamos  uma página no Instagram e como complemento da experiência, uma exposição de fotos e colagens e uma publicação impressa, que juntas refletem a investigação sobre a intimidade do brasileiro em trânsito.





arcaARCA - aA

Identidade Visual

Peças gráficas desenvolvidas para a arcaArca, loja de acessórios. 

Coleção 00 - Cor em Movimento




RAPOSA

Fotografia/Direção


Corpo; tecido; pedra

Perfomers: Nina Levisky, Lis levisky, Lui Cobra